segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Objetivo: viver.


Com o tempo eu percebi que sou uma pessoa totalmente diferente do que eu imaginava ser. Tenho mudado tanto nos últimos meses, tenho me confrontado tanto comigo, tantas mudanças, tantas realidades diferentes, tantas convivências e aprendizados e tantas expectativas. Dá pra sentir um medo às vezes. Eu consegui enxergar pela primeira vez a força que uma pessoa pode ter sob minhas atitudes e minha vida (que eu sempre imaginei segurar com as minhas mãos) foi mudando de repente. Eu percebi que sempre existe um muro, um obstáculo na nossa frente, dificultando as coisas, tornando tudo um pouco mais intenso e interessante. E por mais que nós mudemos, sempre existirá algo a mais para ser mudado, sempre existirá alguém que não se contenta com as mudanças, sempre vão existir cobranças, a vida cobra com juros e correção monetária, e não tem como fugir disto.
Por mais que a gente mude, amadureça e vire outra pessoa, sempre vai existir alguém que vai achar pouco. Espero eu... que sempre exista pessoas que estejam do nosso lado pra dar apoio.
Eu não sei por que eu mudei, não sei se foi por mim, não sei se for por alguém. Fui motivado, fui cativado... mas eu definitivamente melhorei, evoluí. Mesmo não me sentindo bem o tempo inteiro, mesmo não superando as minhas expectativas, meus desejos. A vida não é 100% alegria. Eu mudei... mas ainda falta bastante. Ainda falta preencher muitas coisas dentro do Marcelo, ainda falta uma vida inteira pra mudar.

4 comentários:

Fernanda disse...

Mudanças me assustam, por isso eu vivo assustada, porque vivo mudando.

cristiano bueno disse...

e qual é a graça de ser a mesma pessoa sempre?

o bom é mudar, sofrer, viver e, é claro, ser feliz.

tudo acaba tendo motivo nessa vida.


=)

Line disse...

Somos todos eternos aprendizes da vida =D
Ainda falta a Line ir pra BH!!!!!

João disse...

Isso se chama crescer, velho.
x]